Post Especial [update]

Por

Quito, Equador


[21:16]

Tensão aumenta. Militares tentam “resgatar” Correa do hospital policial. Há troca de tiros entre policiais e militares. Correa segue impedido de deixar o hospital e rumar para o Palácio de Governo.

Rumores dão conta de um possível envolvimento de Lucio Gutierrez na conflagração da revolta de setores da polícia nacional. Congressistas, em entrevistas a veículos de imprensa locais, já admitiram rever a aprovação da Lei sobre o funcionalismo público, que deflagrou a situação.

[21:30]

Os militares tentam despistar os insubordinados. São vários carros que deixam o hospital. Não se sabe se, por fim, Correo conseguiu deixar o hospital. Os carros escoltados por militares foram alvejados por tiros. A primeira vista, o objetivo era efetivamente matar Correa. Policiais insubordinados também tentam controlar as antenas de transmissão dos canais de televisão locais.

[21:35]

Populares esperam a possível chegada de Correa ao Palácio de Governo. A informação é que a operação de resgate foi bem sucedida e que o mandatário chegará em poucos minutos. Possivelmente se organizará uma entrevista coletiva.

[21:45]

O presidente Correa chegou em segurança ao Palácio de Governo, discursa para a população reunida na Praça Grande. O povo ecoou “o povo unido jamais será vencido”. Fala em democracia, revolução cidadã e do sangue equatoriano derramado.


Link para transmissão ao vivo:

http://www.teleamazonas.com/

 


Categorias: Américas, Conflitos