Podcast

Por

Quem disse que a gente esqueceu dos podcasts?!

E pra comemorar a volta deles, mais uma edição hiper especial. Desta vez, os nossos repórteres por um dia Giovanni Okado e Luís Felipe Kitamura entrevistaram o Prof. Dr. Héctor Luis Saint Pierre, uma das maiores autoridades em Defesa e Segurança no Brasil (vejam o currículo do Prof. Héctor aqui).

Acessem esta edição super especial AQUI.

O tema deste podcast é a interminável crise política em Honduras. Até agora, esse assunto deu o que falar no noticiário do mundo todo. Foi um golpe? A democracia é inevitável e está consolidada no imaginário político do país e da América Latina? O exemplo hondurenho poderia contagiar os seus vizinhos? Qual a postura diplomática adotada pelo Brasil? Ela é positiva? É possível se chegar a alguma solução definitiva?

São questões como essas que vocês, ouvintes e leitores diários, encontrarão nesta interessante entrevista com o professor Héctor. A Página Internacional gostaria de agradecê-lo imensamente pela contribuição prestada ao blog.

Quer baixar o arquivo? Clique aqui.

3 comments
Luís Felipe Kitamura
Luís Felipe Kitamura

Caros colegas, A entrevista do professor Hector foi uma oportunidade de repensar conceitos. Tanto os que acreditam que a democracia é irreversível e os que criticam a atuação do governo Lula na questão de Honduras têm uma rever (não necessariamente mudar) suas posições a partir dos comentários do professor. Afinal, aqui está o cerne deste blog: discutir e refletir sobre os eventos internacionais. Novamente, fica o agradecimento pele disponibilidade do professor Hector em nos atender. Grande abraço,

Giovanni Okado
Giovanni Okado

Olá, pessoal.Primeiramente, agradeço as palavras do Alcir e a ajuda do Luís Felipe. Também reforço os meus agradecimentos ao Prof. Héctor por esta entrevista tão oportuna e atual.Hoje, enquanto eu estava lendo os editoriais da Folha de SP, chamou-me muito a atenção do tratamento que os colunistas deram a respeito do posicionamento brasileiro em diversas questões. Alguns acreditam que nosso país tem que "se lançar" menos no meio externo e se preocupar com o alarmante problema da corrupção, outros são céticos quanto aos projetos de integração e sobrelevam a dimensão econômica e comercial ante as outras, e outros ainda defendem maior proximidade com os EUA. Bem, o interessante é que, pela entrevista, pode-se encontrar opiniões contrárias e que engrandecem o debate.Eu, particularmente, compartilho a maioria das opiniões do Prof. Héctor. Um país, aspirante à condição de liderança regional e ao status de potência, tem que participar ativamente da política internacional, mas, simultaneamente, não pode negligenciar a dimensão doméstica.Outro aspecto que eu considerei muito interessante da entrevista é a eterna encruzilhada para a consolidação da democracia. Historicamente, os países da Amércia Central encontraram inúmeros problemas para defendê-la e, mesmo assim, padecem da contínua instabilidade política.Um forte abraço a todos.

Alcir Candido
Alcir Candido

Parabéns ao Giovanni e ao Luís Felipe pelo EXCELENTE podcast!Com certeza essa entrevista com o Prof. Dr. Héctor engrandece e muito nosso blog, dada a inquestionável competência do Prof. Héctor.Muito obrigado, Prof. Héctor, é uma honra tê-lo aqui conosco, nosso espaço sempre estará aberto ao senhor!