Paz na Caxemira?

Por

Pombas brancas são símbolos de paz, correto? Bom, nem sempre. Pelo menos não é o caso quando se trata da região da Caxemira, disputada por Índia e Paquistão há décadas…


Hoje, uma pomba branca foi retida na Índia e está sendo vigiada por guardas armados. O motivo? Ela estaria espionando a favor do Paquistão, pois tinha um anel em uma de suas patas, um número de telefone e um endereço paquistaneses impressos em seu corpo com tinta vermelha. Nenhuma mensagem foi encontrada, mas mesmo assim o caso está merecendo atenção da polícia indiana.

Para entender a razão do alarde atual, é importante recorrer a informações históricas, especialmente no que tange a conflituosa região da Caxemira. Índia e Paquistão são ex-colônias britânicas que alcançaram sua independência no ano de 1947, sendo que seus territórios foram determinados pela religião dominante (Índia – hindus; Paquistão – muçulmanos).

Contudo, a região denominada “Caxemira” (vide mapa abaixo) desde então se constitui em um palco de conflitos entre os dois países, pois, além de se constituir em uma área de riquezas naturais, a maior parte da população da localidade é muçulmana e quer ser anexada ao território paquistanês, situação que a Índia repudia. O Paquistão, ao mesmo tempo, reivindica o controle total da região. Trata-se de um dos maiores conflitos internacionais pela posse de territórios e por redefinição de fronteiras.

Mais de 30 mil pessoas já morreram nos muitos anos em que o conflito pela soberania da região se desenrola, sendo que, desde 1998, o local também se tornou palco de testes nucleares de ambos os países, intensificando a atenção que a comunidade internacional dedica aos acontecimentos.

Várias foram as tentativas de promoção de diálogo entre os países, sendo que impedimentos têm dificultado essa reaproximação: em 2008, por exemplo, época em que os Estados se encontravam com vias de diálogo abertas, houve o atentado de Mumbai em que mais de 150 indianos morreram (um grupo terrorista paquistanês que atua na Caxemira foi acusado de protagonizar o ataque, o que impossibilitou a continuidade do diálogo entre os países).

Este mês, quase dois anos depois do ocorrido, Índia e Paquistão anunciaram a retomada do diálogo, sendo que as expectativas para a busca pela paz na região da Caxemira continuam. Enquanto isso não acontece, todavia, a pomba branca – ave que costuma simbolizar a paz – se encontra retida em uma sala refrigerada sob olhar atento de guardas armados indianos…


Categorias: Defesa, Oriente Médio e Mundo Islâmico, Paz, Segurança


2 comments
Bianca Fadel
Bianca Fadel

Que bacana seu comentário, Ivan ! É realmente interessante conhecer os fatos a partir de experiências reais... seria muito bacana um texto seu a esse respeito sim !E é muito triste mesmo reconhecer a crueldade tamanha que existe nessa região por conta das disputas estratégicas dos Estados...

Ivan
Ivan

Essa região é um dos lugares mais lindos que já vi, mas infelizmente não tive tempo para visitar. Chega a ser crueldade a quantidade de sangue derramado pelo lugar conhecido como "Heaven in India."E essa situação é tão complexa, que se fala que está na Índia ou no Paquistão nessa região, eles respondem "Eu moro na Cashemira"É importante lembrar que a região possui muitos recursos naturais, principalmente hídricos, que junto com o orgulho ferido trazem grande importância à região.Acho que vou escrever sobre minha experiência "no chão" sobre esse conflito. De qualquer forma, ótimo post!