O Iraque está no YouTube!

Por

Saiu semana passada no blog do Google que o governo do Iraque agora tem um canal oficial no YouTube! Não só eles abriram esse canal, como o CEO do Google foi ao Iraque conversar pessoalmente com Nuri al-Maliki e discutir o papel da tecnologia no desenvolvimento do país!

É no mínimo estranho ouvir um CEO de uma empresa dizer que está ajudando a trazer a democracia para um país por meio de uma empresa. Ainda mais quando ele veio (com tudo pago) na carvana do Departamento de Estado dos EUA.

Para tornar as coisas ainda mais “revolucionárias”, apenas 1% da população Iraquiana tem acesso à web, e consequentemente à esse novo meio de dissipação da democracia! Será que eles não encontraram nenhuma solução paliativa mais midiática do que essa?

Sejamos sinceros, quando foi a última vez que ouviram falar desse primeiro-ministro do Iraque? É óbvio que ele apenas está no poder pois acredita na parceria com os EUA e que o modelo de democracia proposto irá levar o Iraque ao desenvolvimento (leia-se: escudeiro dos EUA). Não há sombra de dúvidas que um canal do Youtube em um país que quase ninguém acessa a internet vá ampliar a legitimidade e a transparência desse governo de fachada!

Melhor seria se o “governo” iraquiano só fizesse anúncios oficiais quando realmente obtiver avanços relativos a sua transparência e legimidade, ao invés de continuar realizando iniciativas pitorescas de “aproximação com o ocidente”.

Não duvidaria nada se o Obama pagasse uma viagem pro pessoal do Starbucks levar a “democracia alimentar” no Afeganistão…


Categorias: Estados Unidos, Oriente Médio e Mundo Islâmico, Política e Política Externa