Itaipu

Por

Lula, você que não fique esperto com esse padre…

Pessoal, hoje está meio corrido, então o post vai ser rápido. AVISO: O blog está tendo bons acessos e precisamos de feedbacks! Já colocamos as estrelinhas no fim dos posts pra facilitar e elas não estão sendo utilizadas!!! E tem os podcasts ainda aí do lado!

1. A África do Sul está apurando os resultados das eleições presidenciais, e parece que já tem eleito: veja aqui.

2. E o nosso presidente está na Argentina para discutir, entre outras coisas, protecionismo. Amanhã faremos a cobertura do que ocorreu.

Por fim, lembram de que o Paraguai queria rever o acordo de Itaipu? Então, o Tratado de Itaipu, que já está pra fazer meia década de vida, prevê que o Brasil e o Paraguai devem dividir a energia da usina em partes iguais. Se um não usar, deve vender ao outro com um preço pré-fixado.

Vale lembrar que o Brasil arcou com quase todos os custos da construção da Usina Binacional…

E o Lugo se elegeu dizendo que ia obrigar o Brasil a aumentar o preço pago pela energia que o Paraguai vende, que estaria muito abaixo do preço do mercado.

Discussões à parte sobre os méritos do pleito paraguaio, o fato é que o Brasil aquiesceu (mais uma vez ao que os outros pedem), já fez várias ofertas, mas o Paraguai não aceita. Entra elas, uma que mostra o quanto nossos diplomatas são bons na arte do convencimento.

Ofereceram uma linha de crédito do BNDES ao Paraguai. Depois da oferta, informalmente, disseram que queriam algo em troca e que seria o fim das queixas dos vizinhos sobre Itaipu. Pois é, eles (inacreditavelmente!!!) não aceitaram. O Brasil terá de dar o dinheiro (ou inventar uma boa desculpa) e ainda rebolar muito pra resolver o problema de Itaipu.

E agora o governo vai fazer mais uma oferta. Segundo a edição de hoje do Valor, Lula quer receber Lugo por aqui no dia 7 de Maio. A prosta a ser apresentada ainda está em sigilo, mas pode incluir uma revisão tarifária (tudo que eles querem) de US$ 45 para US$ 47.

Ainda, está sendo estudada no governo a proposta paraguaia de que eles vendam a energia para o mercado livre, ao invés de a Eletrobrás comprar a preços pré-fixados.

Pois é, mais uma vez o Brasil abre as pernas… Se eu fosse o Lula, não ia bobear com esse Lugo, não… (Não entendeu? Veja o post abaixo).


Categorias: África, Américas, Brasil