Imagem da Semana

Por

A Imagem da Semana mais uma vez vem do Egito. Milhares saem às ruas com a imagem do ex-presidente Morsi. País com forte instabilidade política desde a Primavera Árabe, tem vivido um momento de forte pessimismo, após ser retratado a poucos meses atrás como o grande exemplo de luta de uma população contra uma ditadura. Mubarak já se foi e o governo interino do exército também. Já tivemos a deposição do presidente eleito Morsi e agora voltamos a ter outra interferência de militares, que voltaram a governar.

Os problemas no Egito já pareciam claros desde as primeiras revoltas noticiadas. O medo de uma ditadura militar se confundiu ao medo da chegada ao poder da Irmandade Muçulmana, grupo acusado de radicalismo. Foi exatamente o que ocorreu com a vitória de Morsi nas eleições, um ano após o inicio dos protestos. Agora, após o golpe que selou o destino de seu governo, a própria Irmandade Muçulmana se coloca nas ruas junto a grande parte da população, em protesto ao que chamam de golpe. Enquanto isso, são alvos de uma forte repressão, que matou mais de 500 pessoas apenas no primeiro dia de protestos. 

O clima no Egito é cada dia pior, o que levou aos EUA e a União Europeia a tomarem medidas que visam forçar o governo a diminuir a violência contra os manifestantes, e que acalme a fúria das ruas.Foram batizadas de “medidas de aceleração da democracia”. Infelizmente, a democracia e a estabilidade política egípcia parecem longe de serem alcançadas.