Homossexualismo, religião, conservadores, liberais…

Por

Antes de tudo, esse post não tem a intenção de tomar partido em nenhum dos lados. O objetivo é incitar o debate e ao mesmo tempo buscar a compreensão.

Quando vi esse vídeo no Blog do Sakamoto fiquei realmente intrigado. Dotado de um sarcasmo sem limites essa produção busca provar o absurdo de algumas pesquisas a respeito da orientação sexual. A questão é: não existe melhor destino para recursos médicos do que uma pesquisa dessas? Para aqueles de tendência mais liberal, seria muito mais útil pesquisar a cura do câncer, AIDS entre outros males da humanidade. Entretanto, como ficam aqueles que consideram isso um mal?

Muitas vezes esquecemos que a mesma certeza que temos que algo é certo, aquele “conservador” tem o mesmo ou até maior grau de certeza da mesma coisa. E nós tratamos de taxá-los de preconceituosos, insensíveis e afins. Uma vez li um comentário no Youtube que me intrigou profundamente, era algo assim:

“Alguém já parou pra pensar o quão difícil é ser conservador? Saber que a todo momento suas opiniões serão refutadas não apenas em argumentos mas também te atacando pessoalmente? Tem noção como é difícil ser taxado de burro e de pessoa que não merece ser ouvida?”

Praticamente todos aqueles que se consideram fora do campo conservador (algo completamente relativo ao ponto de vista) tem como passatempo avacalhar com qualquer proposição contrária, sem nunca de apoiar o Liberal Obama, é claro. Esse vídeo, resposta inteligente como refutação de argumento, terá efeito nulo naqueles que acham que o homossexualismo é doença. Por mais que se diga que tentaram de todas as maneiras convencer os outros de seu ponto de vista, não será tirando sarro que conseguirão algo de uma instituição tão antiga e “bem resolvida”. Nessa falta de compreensão, acabamos por distanciar ainda mais os lados em questão e terminamos por ativamente buscar o retrocesso nas relações humanas.

No final, fica assim: a tendência conservadora costuma ser considerada a tendência da inação, da elite que não quer largar o poder, do atraso; do mesmo jeito que os liberais se acham a frente da libertação, os donos da verdade que levarão o planeta ao futuro perfeito cheio de direitos pra quem precisa.

Mas será que existe um lado certo? Será que existe um lado?


Categorias: Polêmica


5 comments
Anonymous
Anonymous

• 71% dos conservadores dizem que temos uma obrigação em cuidar de um esposo ou dos pais com problema de saúde sério contra menos da metade (46%) dos esquerdistas .• Conservadores têm uma ética de trabalho e são muito menos inclinados a faltar ao emprego alegando doença do que os da esquerda.• Esquerdistas são 2 vezes mais propensos a ficarem ressentidos com o sucesso alheio e 50% mais propensos a terem inveja da boa sorte dos outros.• Esquerdistas são 2 vezes mais propensos a afirmarem que é aceitável trapacear o governo para obter benefícios da previdência social sem merecer.• Conservadores são mais propensos do que os esquerdistas a abraçarem suas crianças e "significativamente mais propensos" a exibirem emoções positivas e estimulantes à criança.• Esquerdistas confiam menos em membros da própria família e bem menos propensos a manterem contato com seus pais.• Você obtém satisfação em colocar a felicidade alheia na frente da sua própria felicidade? 55% dos conservadores disseram sim, contra 20% dos esquerdistas.• Os que são "muito esquerdistas" são 3 vezes mais propensos que os conservadores a atirar objetos quando se irritam.• Esquerdistas são mais egocêntricos que conservadores.• Conservadores são mais generosos e caridosos que esquerdistas.• Esquerdistas são mais invejosos e trabalham com menos empenho que os conservadores.• Conservadores valorizam a verdade mais do que os esquerdistas, e são menos propensos a mentirem e trapacearem.• Esquerdistas são mais irritadiços que conservadores.• Conservadores são na realidade mais informados e melhor educados que os esquerdistas.• Esquerdistas são mais descontentes e infelizes que os conservadores.

Anonymous
Anonymous

“Pedofilia ,drogas, gravidez precoce e o liberalismo social brasileiro .Além do mais quem construiu a democracia foram os conservadores , desde Platão , Aristóteles , Sócrates , Sêneca , até John Locke e Jean-Jacques Rousseau .Inclusive os direitos e deveres que temos hoje foram construídos através do conservadorismo , isso se encaixa em toda a advocacia , como no DIREITO NATURAL e o DIREITO INDIVIDUAL , feito por conservadores . Quem construiu a democracia , os liberais ? os jacobinos ? Não , quem construiu a democracia foram os conservadores . O direito natural e individual para se manter uma liberdade justa a todos , é impor limites a todos . E o que vemos são grupos liberais tentando abaixar a idade de consentimento , legalização e descriminalização de drogas , compra e venda de órgãos humanos , são justamente os grupos liberais que atrapalham as liberdades individuais e coletivas quando fazem marcha da maconha ao lado de crianças e adolescentes .Temos que ter o bom senso para distinguir o que deve ser conservado e o que não deve .Do outro lado existem pesquisas que mostram que liberais são mais propensos a sofrerem de transtornos mentais .http://neuropolitics.org/defaultoct05.aspAlguns trechos da matéria : Política Radium : O Liberal Tendência para os transtornos depressivos,Na edição do mês passado de Neuropolitics.org , discutimos a tendência mais forte para os liberais a apresentar uma grande variedade de transtornos de ansiedade. Este era político do rádio , e uma forte evidência de variações neurológicas entre liberais e conservadores, em média.A depressão é um termo genérico usado para resumir uma série de doenças psicológicas, tais como transtorno depressivo maior, distimia (depressão crônica leve), transtorno bipolar, cyclothemia (leve transtorno bipolar), Seasonal Affective Disorder (SAD), e depressão pós-parto.Em nossa pesquisa mais recente, os liberais em geral, eram 64% mais propensas a relatar depressão maior, 320% mais probabilidade de relatar o transtorno bipolar, 50% mais probabilidade de relatar depressão leve, e 113% mais probabilidade de relatar Seasonal Affective Disorder.Eles também foram mais propensos a usar uma variedade de anti-ansiedade e depressivos drogas, tais como ISRS (Inibidores Seletivos da Recaptação) – 86% a mais provável, e Anti-ansiedade drogas – 159% a mais provável. SNRIs (Norepinefrina Inibidores Seletivos da Recaptação) e Tricyclics também foram utilizados em uma taxa mais elevada, mas não em números significativos tanto para liberais ou conservadores.no gráfico abaixo, os liberais de ambos os sexos mostram uma elevação no Transtorno Afetivo Sazonal.Outro estudo realizado no EUA , revelou que é mais provável que um liberal seja pedófilo que um conservador .para se manter a liberdade coletiva é necessário impedir alguns direitos , como por exemplo , o de usar drogas como a maconha no meio da rua . Liberais são a favor da legalização de drogas , e isso atrapalha as liberdades coletivas. Se os prazeres alheios forem o de abaixar a idade consensual para sexo com menores de 14 anos , eu devo ser liberal e respeitar esse direito ?No meu ver os únicos valores duvidosos são os liberais , alguns grupos liberais querem a legalização da pedofilia ( tom o carrol , shotacon , nambla ) .Liberais querem compra e venda de órgãos humanos , legalização de drogas . Os únicos valores duvidosos são justamente os dos liberais .http://www.hyscience.com/archives/2008/09/modern_liberali.phpLiberalismo , as causas psicológicas da loucura política.” Dr. Lyle Rossiter, Jr., MD, escreveu um livro sobre a irracionalidade do liberalismo moderno sendo o produto de psicopatologia: a neurose de transferência maciça encenados em arenas políticas do mundo, com efeitos devastadores sobre as instituições da liberdade: ”

Mário Machado
Mário Machado

Ah sim já deve estar claro a essa altura mas eu sou um conservador nos EUA me chamariam de social-conservative, na China investidor e em Cuba contra-revolucionário. Eu prefiro ser como diz o Reinaldo Azevedo da tribo dos homens sós..Abs,

Ivan Boscariol
Ivan Boscariol

Entendo perfeitamente seu ponto de vista e percebo que não consegui trazer a crítica e as idéias que queria trazer quando escrevi. Mas ao mesmo tempo é muito díficl tratar do conservadorismo sem parecer gostar de suas idéias. Entretanto, se quiser trazer todos os lados para o debate, no mínimo uma postura amistosa é necessária.Eu, pessoalmente, acho que quase tudo que ouvi de conservadores assumidos é besteira pura, mas se eu criticava esses caras por eles não quererem compreender outros, vejo que não buscava compreende-los ou argumentar de forma racional, simplesmente partindo direto pro ataque.Ataques diretos até agora não surtiram muito efeito, e apenas as iniciativas de diálogo trouxeram algum tipo de avanço. Algo difícil de fazer quando alguém diz algo que vai diretamente de encontro com tudo que acreditamos, mas se usarmos a mesma forma de pensar dos nossos "oponentes", quem somos nós?E será que aqueles "não-conservadores" questionam seus valores ou mantém-se contínuos na sua busca? Mais uma vez, peço desculpas se ofendi, fui mal-compreendido ou algo assim, com certeza não era minha intenção.

Felipe
Felipe

Acredito que o vídeo nada mais seja do que uma forte ironia, vide ser "transmitido" pela CNNNNN, e ilustra de forma provocativa o absurdo que seria isolar o "gene cristão". Acredito também que o objetivo desse blog é nobre, visto que procura trazer à tona o debate acerca de diversas questões, mas infelizmente o fez de forma equivocada neste post.O dito "conservador" muitas vezes é taxado de burro ou preconceituoso justamente por se basear em dogmas, em verdades absolutas, na maioria das vezes de natureza religiosa, não cedendo espaço para o questionamento moral ou abertura a novas idéias. Dessa forma, é possível entender que o "conservador", seja ele um "crente fervoroso" ou um "ferrenho defensor da liberdade" é todo aquele que não está aberto a novas idéias, todo aquele que não está aberto ao diálogo civilizado. Infelizmente, embora o texto tenha começado alegando não tomar partido em nenhum dos lados, este post dá a entender uma postura tendenciosa e pouco crítica.Por fim, sobre a citação no Youtube que instigou e intrigou, sinto-me triste e perplexo ao saber que todas essas pessoas, taxadas de burras e conservadoras, se colocam na posição de vítimas, visto que o auto-questionamento acerca de suas convicções parece inexistente. Insistem em proferir seus dogmas e convicções a fazer uma sincera análise de seus argumentos partindo de um prisma menos pessoal e dogmático e mais humano e progressista. Resta-nos torcer para que os homossexuais, cristãos ou homossexuais cristãos encontrem o caminho para uma vida digna em um mundo cada vez mais "high-tech" capaz de traduzir identidades inteiras, convicções, orientações sexuais e espirituais e toda sorte de coletividades em meia dúzia de genes.