Há um ano...

Por

Há um ano

Retomando noticiário do final de junho de 2013, temos algumas notícias de impacto duradouro.

No dia 27 de junho, o texto comentava a controversa situação de Edward Snowden, então aguardando uma definição para sua situação complicada, após fugir da China para ficar em um aeroporto russo. O delator que abalou as relações dos EUA com o mundo esperava a hospitalidade e asilo de países não tão próximos de Washington para escapar das penas mais pesadas impostas pelo crime de traição. Apesar de pouco provável, ele acabou conseguindo mesmo o asilo temporário na Rússia, e foi o primeiro degrau de uma escalada de problemas entre as grandes potências que atingiu seu cume com a crise ucraniana do começo desse ano.

No dia seguinte, o texto explicava a entrada da Croácia na União Europeia, oficializada naquela semana. Ora, apesar de o noticiário atual dar muito mais importância à participação do país balcânico na copa do mundo, temos que e um dos países europeus que mais sofreu com a crise de 2008 (junto com a Grécia, um dos que encolheu de maneira regular), e hoje, um ano depois, ainda é difícil avaliar se a entrada no bloco vai conseguir ter os efeitos práticos que a economia do país necessita. O quadro piorou com as enchentes de 2014, que causaram grandes estragos estruturais e custo em vidas humanas na região.

Por fim, no dia 29, o debate acalorado sobre a legislação de mídia equatoriana chegava ao nosso blog. A turbulenta relação de Rafael Correa com a imprensa se mostrava em uma controvertida lei aprovada semanas antes, que colocava amarras à atividade, especialmente um polêmico artigo sobre “linchamento midiático”. Um ano depois, os efeitos são sentidos – um dos principais periódicos do país anunciou neste fim de semana o encerramento de sua versão impressa por causa de “perda de liberdades” e “autocensura imposta”. São apenas mais alguns capítulos na tensa relação dos governos sul-americanos com a imprensa.

E é isso pessoal, vamos postando e relembrando…

 


Categorias: Há um ano...