Ganhar = levar?

Por

E não é que a Câmara de Comércio Exterior (CAMEX) publicou uma resolução em que ameaça aplicar as medidas compensatórias autorizadas pela OMC no caso do algodão? (Não se lembra? Clique aqui). No total são 45o milhões de dólares em produtos e outros 450 em serviços. Pode-se aplicar uma tarifa adicional de 100% nas importações dos EUA. Ou seja, um item que tem hoje 2% de imposto pode ficar com 102%.

A publicação consta de uma lista preliminar com 222 itens de diversos setores. As empresas têm até o dia 30 para publicar sua posição com relação à manutenção ou retirada dos itens da lista. O governo quer ter uma posição final ainda este ano.

O problema é que ninguém sabe o que vai acontecer. Nunca o Brasil usou esse direito antes. Será que o governo irá mesmo olhar todos os milhões de roteiros de manifestação que vão chegar até o dia 30? Provavelmente, não. A tendência, como sempre, é que a decisão seja política.

Como não há precedentes, é possível até mesmo que o Brasil não utilize esse direito e, no fim das contas, apenas faça algum tipo de pressão política para barganhar alguma coisa. E já tem surtido efeito lá no irmão do norte, vi muitos emails e notícias correndo em que se afirma que Brasil APLICARÁ as medidas logo, parece que eles não entenderam que a lista publicada é apenas preliminar. Em segundo lugar, eles têm medo do que o Brasil pode fazer, e com razão. Até pouco tempo, o ambiente de negócios no país era bastante imprevisível. Por fim, o Brasil hoje é um mercado em expansão, ninguém quer ter de pagar até 100% de imposto adicional para vender aqui.

O problema é que pode ser que não valha a pena para o Brasil aplicar essas medidas, mesmoa após o tempo e o dinheiro gasto com o processo da OMC. Os EUA não vão retirar os subsídios que dão não só aos produtores de algodão, mas todos os outros. E outra, caso o Brasil queira ‘cantar de galo’, mesmo que com todo o direito, eles podem criar alguma medida de retaliação que leverá anos e muitos dólares para o Brasil contestar novamente na OMC.

E a medida pode acabar afetando a própria indústria nacional. O Brasil não produz todos os insumos utilizados pela indústria, e, mesmo que produza, muitas vezes a produção não é suficiente ou competitiva. Importar dos EUA pode ser uma solução. Taxar esses produtos, um problema. E o governo sabe muito bem disso.

Vamos ver no que dá essa história. A vitória do Brasil mostra que o que tem sido feito nos EUA com relação aos subsídios é ilegal. Agora o Brasil tem um trunfo pra utilizar em discursos… De qualquer forma, muitas vezes se ganha, mas não se leva…


Categorias: Brasil, Estados Unidos, Organizações Internacionais, Política e Política Externa