Follow Up

Por

Pois é, pessoal. Tenho reparado que muitas coisas que tratamos aqui no blog têm avançado, e por isso resolvemos escrever um post em que comentamos rapidamente isso tudo.

1. Irã: (Veja os posts anteriores aqui e aqui). Pois é, não é mais nenhuma novidade, mas o Ahmadinejad cancelou a visita pro Brasil. Mas por quê? A justificativa formal é a de que a visita foi adiada por conta das eleições no Irã. E faz sentido. O pleito nacional por lá está próximo e não é bom mesmo um candidato – que não é favorito absoluto – ficar viajando pelo mundo, é natural que ele queira fazer sua campanha, enfim…

Mas é claro que não é só isso. A pressão internacional deve ter tido um pouco de efeito, sim. Mas a mídia no mundo diz que na verdade, causou irritação no iraniano duas coisas: a primeira foi a má repercusão no Brasil e as declarações do governo contra o que o Ahmadinejad falou na conferência da ONU sobre racismo. Além disso, ele teria se sentido inferiorizado uma vez que seria recebido pelo presidente num aeroporto e não no lugar em que normalmente o governo recebe chefes de Estado (que estaria em reformas). O governo diz que é assim mesmo, e que o Lugo, bispo fértil do Paraguai, será recebido lá também na semana que vem. Enfim…

2. Tortura: (Veja os posts anteriores aqui). Nós tínhamos tratado um pouco deste tema em um podcast, mas nada profundo. O fato é que nos EUA este assunto tem rendido muito pano pra manga. A divulgação das técnicas de tortura da CIA e as ‘atitudes’ do Obama estão sendo muito comentadas por lá. Vi esse artigo no Estadão e achei interessante compartilhar. São as descrições das técnicas. Os que estavam no poder alegam que nada fora da Lei foi feito (e, de fato, ao ler as descrições oficiais das técnicas, eu não duvido…). Até uma criança já questionou a Condolezza sobre isso. Daí da pra ver como é importante o tema por lá.

3. Coréia do Norte: (Posts anteriores aqui) E a novela não acaba mesmo! ( E tomara que não acabe, porque tem armas nucleares no meio…) Eles continuam ameaçando a Coréia do Sul… Isso porque os vizinhos do sul querem tomar medidas contra a proliferação de armar nucleares…

4. Paquistão: (Veja o post anterior aqui) O problema por lá está tão sério que o mundo já teme ou que seja usada alguma arma nuclear ou que os terroristas tenham acesso a alguma delas. O que faz muito sentido, uma vez que o negócio por lá está gravíssimo O governo tem perdido o controle de muitos territórios e até tem fechado acordos com os rebeldes na tentativa de ganhar tempo.

5. Ambições Brasileiras: O Brasil agora parece que quer o Amorim na Agência Internacional de Energia Atômica. Frente à oposição histórica de nossos aliados e vizinhos às pretenções brasileiras, será que dessa vez vamos conseguir eleger o primeiro brasileiro para um posto de liderança em um organismo internacional no governo Lula? É pagar pra ver…

Pra terminar, achei uma matéria no Estadão que mostra As armas e as ambições das potências nucleares. Vale muito a pena, por isso mesmo destaquei! Acesse aqui.


Categorias: Ásia e Oceania, Brasil, Oriente Médio e Mundo Islâmico, Política e Política Externa