Fim de temporada

Por

Estará chegando ao fim a novela mexicana que se tornou o programa nuclear iraniano? Se depender do tanto de reviravoltas que andam ocorrendo, parece que estamos lá pelos últimos capítulos. Indícios estão pipocando nessa semana.

Todos conhecem o caso da senhora Sakineh Mohammadi Ashtiani, condenada à morte por lapidação no Irã. Mais estranho que a declaração de Lula oferecendo asilo a ela no Brasil (após fazer vistas grossas a diversas violações e violadores de direitos humanos por aí e até mesmo dizer que devia-se respeitar a lei de cada país), foi a disposição de Teerã em considerar a proposta, algo impensável há alguns meses. Se vier a aceitar, certamente será uma cartada estratégica com a intenção de melhorar um pouco a imagem internacional do Irã.

Afinal, a coisa anda feia por aqueles lados – as sanções chegaram a todo vapor, da ONU e unilateralmente por parte de EUA e UE. Pra piorar, surgiu a notícia de que os EUA já teriam um plano de ataque pronto para completar seu tour de incursões militares na Ásia. Apesar dos desdobramentos negativos e pouca probabilidade de ação militar, é uma opção caso os outros meios de negociação falhem e Ahmadinejad sabe que não importa o quanto chantageie, os cowboys não tem medo de chegar atirando. Tanto que, aquele que há pouco tempo tresloucadamente dizia que o polvo Paul era o símbolo da decadência do Ocidente, já baixou a bola e chamou Obama para uma conversa.

Enquanto isso, seu governo se mostra aliviado pelo fato a AIEA dar sinais de querer retomar a negociação de troca de urânio com o Grupo de Viena, proposta por Turquia e Brasil-sil-sil. Parece que todas as partes envolvidas, fazendo suas pressões aos seus modos, dão sinal de querer voltar ao debate, o que aparentemente era inviável algumas semanas atrás. Uma hora a bravataria dá lugar ao bom senso, espera-se.


Categorias: Assistência Humanitária, Brasil, Direitos Humanos, Estados Unidos, Organizações Internacionais, Oriente Médio e Mundo Islâmico


4 comments
Mário Machado
Mário Machado

Álvaro o Kibe Loco tem uma teoria sobre quem é pé-frio e creio que não é vc.E eu também tive que postar um update nessa questão embora até a resposta do Irã tenha sido numa das linhas que aventei (e não publiquei, uma pena).

Álvaro Panazzolo Neto
Álvaro Panazzolo Neto

Pois é, também não levo muita fé em que vá acontecer algo de produtivo quanto às negociações - como disse no texto, são apenas sinais. Mas com a ameaça pairando, a oferta do Lula teve repercussão por lá, tanto dos conservadores que não gostaram e dos opositores que se perguntavam por que Lula não fez nada pelos prisioneiros e tal quando esteve lá. E, aparentemente, sou pé-frio o suficiente pra fazer um texto sobre o Irã considerar a proposta de asilo e a coisa azedar de um dia pro outro. Mas ainda acho que, com a ameaça dos EUA (e Israel talvez? Não deixa de ser possível) cada vez menos hipotética e mais factível, Ahmadinejad vai sentar pra conversar, uma hora ou outra.

Guilherme Martins
Guilherme Martins

Não confio muito nas palavras de Ahmadinejad. Para mim esta conversa "de homem para homem" diz muito mais respeito ao receio de uma invasão norte-americana previamente planejada, acrescentada de como já foi exposto "que os cowboys não tem medo de chegarem atirando". também permaneço cético e espero até o momento dos "apertos de mão".E quanto ao Lula oferecer asilo, o líder iraniano disse que o mesmo "não se informou direito da situação".http://noticias.uol.com.br/bbc/2010/08/03/ira-diz-que-lula-e-emotivo-e-fez-proposta-de-asilo-desinformada.jhtmAbraços

Mário Machado
Mário Machado

Eu assistiria o debate proposto entre Obama e Ahmadinejad seria a maior distribuição de platitudes por minuto dos ultimos tempos (bom, até os debates presidenciais por aqui). Mas, creio que o bem real cenário de invasão colocou o Irã e os EUA em rota de responsabilidade. Apesar de muitos crerem que ambos sejam war driven nenhum líder em sã consciência escolhe pela guerra a priori.CONTUDO, permaneço cético até ver resultados práticos, por que tratados e apertos de mão nada resolvem.Acho que hoje acordei pessimista..rs.Abs,