Dia de Luto

Por

Hoje procurava um poema. Palavras belas que pudessem servir de conforto para todas as mais de 230 que faleceram e às outras tantas que se encontram nos hospitais após o desastre de Santa Maria. Procurei-o sem cessar. Mas infelizmente nenhuma palavra parecia suficiente para reconfortar a perda de tanta gente. Tudo é vazio e as informações rapidamente passam de tragédia para sensacionalismo e oportunismo. 

Por isso hoje escrevo com pesar e dificuldade. 

Cada palavra carrega o peso do luto de todos os brasileiros. Um luto que não vai passar de hoje para amanhã ou de amanhã para depois. Pois as marcas já estão gravadas no tempo. Agora caberá a nós, brasileiros, ignorá-las, ou transformar o luto em luta para que todas essas almas não tenham se perdido em vão. A Página Internacional deixa registrada suas condolências a todas as famílias que perderam entes queridos e declara seu luto por todos os hospitalizados e falecidos. 

Mas se você quer fazer algo, há algumas formas de ajudar. Abaixo algumas delas: 

– A Defesa Civil do Rio Grande do Sul está em busca de voluntários (51 3210-4219); 

– A Empresa Planalto está disponibilizando passagens de graça para médicos, enfermeiros e profissionais de saúde que possam ir até a cidade para ajudar; 

– A Defensoria Pública do Estado abriu um plantão para ajudar no translado de corpos 

– O Hospital de Santa Maria está recebendo doações de sangue que podem ser realizadas em quaisquer unidades de Hemocentros do Rio Grande do Sul. 

– Há ainda a página no Facebook, “Somos Santa Maria” que tem organizado um sistema de hospedagem solidária para as famílias que perderam entes queridos e não são do Rio Grande do Sul; – Para mais clique aqui, aqui e aqui

Encerro dizendo que não encontrei um poema bom o suficiente. Mas encontrei uma ideia, de um texto de Mario Quintana. Ele nos diz em “Data e Dedicatória” para jamais datarmos um poema, pois ele jamais pertence ao tempo. Ele pertenceria somente àqueles que o leem, hoje ou em tempos distantes. Da mesma forma, a tragédia de Santa Maria não deve jamais pertencer ao tempo e muito menos deve ser dedicada. O que deve é servir de lição para que muitas dessas vidas não tenham sido em vão, desperdiçadas.


Categorias: Post Especial


0 comments

Trackbacks

  1. […] publicados há um ano no blog, três temas merecem destaque. O primeiro e mais triste deles foi o post de luto pela tragédia de Santa Maria, ocorrida na madrugada de 27 de janeiro de 2013. Com um saldo final de 242 jovens mortos e mais de […]