Bem-vindos a Cuba (ou: Obama, um cara esperto)

Por

Falando em Cuba…

__________________________________________________

Por que nossos políticos não cumprem as promessas de campanha tão bem quanto o Barack Hussein?

“Sinceramente não sei, mas o Lula é gente boníssima”

O Presidente norte-americano Getúlio Obama acaba de cumprir mais uma de suas promessas: levantar uma parte do embargo norte-americano a Cuba. Antes, que só era permitido fazer negócios de alimentos e remédios, basciamente, agora pode-se fazer mais: empresas de telefonia móvel dos EUA podem operar em Cuba e, principalmente, agora o número de viagens permitidos por cubano-americanos a Cuba é ilimitado!

Até semana passada só era permitida uma viagem por ano, elevando apenas 1.200 dólares. O limite agora é 3.000. Realmente um grande avanço, já que era injusto prejudicar as famílias residentes nos EUA de visitar seus familiares por questões políticas ultrapassadas, ponto pro Obama.

Então o que Obama fez foi aumentar o turismo? Faltou explicar uma parte, a principal: agora não existe mais o limite de remessas financeiras dos cubano-americanos para Cuba. Até então era tudo lindo, não tinha problemas pra ser aprovado no Congresso etc, mas isso é bem diferente. Esse envio ilimitado de dinheiro pode mudar drasticamente não só as situações economicas dos cidadãos cubanos mas toda a conjuntura política do país.

Afinal, é o governo cubano que tem controle sobre a economia, não fugindo muito do manual comunista encontrado no kit Left Revolution, mas agora a situação é outra! Os EUA estão tentando derrotar o comunismo (ou instaurar a democracia, como eles dizem) com DINHEIRO! Darão o gostinho do consumismo para os cubanos!

Isso sim que é plano diabólico.

PS: existem analistas que dizem que esse tiro pode sair pela culatra, já que esse $ pode acabar enriquecendo o Partido Che Guevara ao invés de enfraquecê-lo. Ao meu ver, até o final da gestão Obama vai ter Wi-Max na Havana inteira e o Castro vai se tornar outro hipócrita estilo Chávez (que reclama do prato que come com gosto)


Categorias: Américas, Estados Unidos