Aniversário do blog: seis anos de história

Por

seis anos

Um dia antes do aniversário da cidade de São Paulo e do aniversário do inesquecível Tom Jobim, quem assopra as velhinhas é a Página Internacional. Há seis anos, seis bons anos, nosso querido amigo Alcir Candido, idealizador deste blog, lançava o primeiro post e tão já apresentava a nossa missão:

“Nada mais nada menos do que oferecer uma visão sobre assuntos importantes do mundo, que afetam a vida das pessoas, mesmo que elas não saibam. No entanto, ficar mastigando e remoendo aquilo que todos estão cansados de ver já é demais…”

O tempo passou. Vieram outros colaboradores, novas ideias e – por que não – novos sonhos. Escrever, mesmo uma análise não tão aprofundada e mais compreensível das relações internacionais, também é sonhar. Sonhar que as palavras, de um modo simples, possam transcender a realidade e despertar a imaginação: é possível, oras, fazer um mundo diferente, desde que sejamos capazes de interpretá-lo a partir do próprio ponto de vista. Evidentemente, a construção da própria visão é um processo dialético. E nós, membros do blog, que hoje permanecemos com vocês, leitores, esperamos entusiasmá-los com esse sonho.

Não convém recordar toda nossa trajetória. Apenas cabe ressaltar que este projeto do blog, em princípio modesto, acabou ganhando uma dimensão que muito nos orgulhou – e ainda nos orgulha. E nos orgulhamos não pelo que conquistamos, mas pelo que fazemos, pois fazemos por vocês, para vocês e com vocês, leitores da Página Internacional. Nosso maior orgulho é a felicidade que vocês, que nos acompanham diariamente ou não, estampam em nosso sorriso. Talvez isso signifique sucesso.

Todo aniversário é, antes, um momento de reflexão. Depois, de agradecimento. Refletindo, nós aproveitamos a data para assumirmos um novo compromisso com vocês. Vamos lançar uma nova série de postagens especiais, a exemplo do que fizemos no ano passado com uma série que tratou do centenário da Primeira Guerra Mundial. Neste ano, a Organização das Nações Unidas completa setenta anos de existência, a Organização Mundial do Comércio, vinte anos. Então, aproveitamos o momento para analisar a importância das organizações internacionais na política mundial: qual o papel delas? Elas têm contribuído para melhorar as relações entre países? São indagações, entre outras, recorrentes, as quais pretendemos discutir com vocês.

E, por fim, deixamos a nossa gratidão. Obrigado a cada um de vocês que nos ajudaram a construir estes seis anos de estrada. Foram anos que só nos acrescentaram intelectual e profissionalmente, além da enorme felicidade que eles nos trouxeram. Se, para lembrar o aniversariante Tom Jobim, é preciso sobreviver para atingir a idade da realização e ser feliz, não podendo sair antes do jogo, então, só podemos dizer que o jogo não acabou. Queremos ser feliz e realizados com vocês, leitores!


Categorias: Post Especial


0 comments