Agora, sim: Internacional!

Por

Olá, pessoal. Hoje o blog está movimentado. Tivemos o primeiro post de um leitor, do Erlon, sobre o papel do Brasil no mundo, como diriam os diplomatas da FUNAG . Depois o Ivan também fez um post sobre o UBS e sonegação fiscal. Aconselho ambos, quem entrar no blog agora, por favor, leia os dois, que vão até ficar mais uns dias aqui para serem lidos.

Mas temos também uma notícia. A Página Internacional agora é internacional de fato! Tenho o prazer de apresentar a todos a Carla Diaz, que se formou na 1ª turma de RI da UNESP/Franca (A Andrea Citron, o Ivan Boscariol, o Rafael Braz e eu somos da 5ª turma e a Ana Furukawa é da 4ª) e agora é uma das nossas colaboradoras. Atualmente ela mora no Peru, em Lima, ou seja, a primeira pessoa que mora no exterior a escrever aqui no nosso blog, o que certamente contribuirá, e muito, para aumentar a qualidade daquilo que escrevemos aqui!

Seja bem vinda, Carla, e sempre que quiser postar, fique à vontade!


Categorias: Post Especial


2 comments
Carla Diaz
Carla Diaz

Oi Erlon, Respondendo a sua pergunta. Acredito que a atuação do Brasil na América Espanhola nunca fez muita falta por aqui. Desde uma perspectiva peruana infelizmente o Brasil sempre deixou muito a desejar ao longo de muitos séculos. A história mesmo demonstra o pouco caso que o Brasil tem em relação aos vizinhos, a atuação demasiado diplomática do Brasil quanto aos problemas da América Espanhola gera controvérsias e desconfiança do lado de cá. Bem, somente agora, o Brasil acordou e vem olhando de modo distinto a América Hispânica até porque o cenário é outro. "Interesses" brasileiros estão em jogo como aumentar seu leque de mercados devido à forte competição no mundo globalizado, além de buscar sócios estratégicos para sua saída ao pacífico em vista ao oriente. Especificamente, nesse último tema é que o Brasil vem nos últimos dois anos com muito mais agressividade investindo no Peru, justamente devido a Interoceânica (a super rodovia que vai ligar o Brasil ao Peru). Assim que na real, o propósito Brasileiro por aqui é visto com bons olhos já que há investimentos em jogo e isso gera desenvolvimento, algo que todos os peruanos desejam. Porém, fica claro que o Brasil só caminha com um propósito sua própria conveniência e ficar bem na foto, ou seja, estar bem com todo mundo. Desde que essa gere bons frutos para os Peruanos isso será bem visto por aqui.

Erlon Faria Rachi
Erlon Faria Rachi

OI AlcirO comentário é só para reforçar o pedido para a Carla Diaz... que nos dê uma perspectiva sobre a visão que os nossos vizinhos na américa espanhola têm da nossa política externa.O que Peru, Argentina, Uruguai, Colômbia, Equador, Venezuela, Paraguai, Bolívia QUEREM de nós? Como eles nos veem?Enfim, qual seria o futuro da política externa brasileira para a América Espanhola?Acho importante esta visão a partir de lá, para que possamos ter políticas adequadas para responder a isto do lado de cá.Abraço