2003-2013: Uma nova política externa

Por

Conforme discutido em post anterior, sobre a democratização da política externa, começa amanhã a Conferência Nacional “2003-2013: Uma nova política externa”, na UFABC em São Bernardo do Campo/SP. Dado que as inscrições para o evento já se esgotaram, a Página Internacional gostaria de enfatizar a possibilidade de assistir às palestras on-line, por meio do link disponibilizado na barra lateral do blog.

A programação completa do evento segue abaixo. Fica o convite para que todos possam acompanhar este importante evento e prestigiar o debate, aproveitando a participação de tantos nomes que participam ativamente na construção da política externa brasileira. 

15 DE JULHO, SEGUNDA-FEIRA

19h00 – Sessão de abertura 

– Prof. Dr. Hélio Waldmann, reitor da Universidade Federal do ABC (UFABC); 

– Luiz Marinho, presidente do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC;

– Iole Ilíada Lopes, vice-presidenta da Fundação Perseu Abramo (FPA), representando o Grupo de Reflexão sobre Relações Internacionais (GR – RI). 

 20h00 – Conferência: Próximos anos: cenários e desafios da Política Externa Brasileira 

– Embaixador Antonio Patriota, ministro das Relações Exteriores; 

– Coordenação: Marcio Pochmann, presidente da Fundação Perseu Abramo. 

16 DE JULHO, TERÇA-FEIRA

09h30 Painel 1: 2003-2013 – O Brasil frente aos grandes desafios globais 

– Embaixador Samuel Pinheiro Guimarães, ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos (2009/2010) e secretário Geral do Itamaraty (2003/2009) no governo do presidente Lula;

–  João Pedro Stedile, coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra/MST;

– Paulo Fagundes Vizentini, coordenador do Núcleo de Estratégia e Relações Internacionais (Nerint) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul/UFRGS;

– Coordenação: Matilde Ribeiro, secretária adjunta da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial da Prefeitura Municipal de São Paulo.

14h00 Painel 2: 2003-2013 – Avanços, impasses e desafios da integração

– Maria Regina Soares de Lima, professora de Ciência Política e Relações Internacionais da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (IESP/UERJ);

– Marco Aurélio Garcia, assessor-chefe da Assessoria Especial da Presidenta da República;

– Valter Pomar, secretário executivo do Foro de São Paulo e membro do Diretório Nacional do PT;

– Coordenação: Renato Martins, professor da Universidade Federal da Integração Latino-americana (Unila).

18h00 Painel 3: 2003-2013 – A Política Externa Brasileira e a crise internacional

– Adhemar S. Mineiro, economista e técnico do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE);

– Luiz Eduardo Melin de Carvalho e Silva, diretor da Área Internacional e de Comércio Exterior do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES);

–  Luiz Gonzaga Belluzzo, professor titular do Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp);

– Coordenação: Virgínia Barros, presidenta da União Nacional dos Estudantes (UNE).

20h30 Conferência: 2003 – início de uma Política Externa “altiva e ativa”

– Embaixador Celso Amorim, ministro da Defesa, ex-ministro das Relações Exteriores;

– Coordenação: Vitor Emanuel Marchetti Ferraz Junior, professor, coordenador do Bacharelado de Políticas Públicas/UFABC.

17 DE JULHO, QUARTA-FEIRA

09h30-12h30 – Mesas simultâneas

Mesa 1: Política Externa Brasileira e Defesa 

– Antonio Jorge Ramalho da Rocha, diretor do Instituto Pandiá Calógeras do Ministério da Defesa;

– André Martin, professor livre docente de Geografia Política da Universidade de São Paulo/USP; 

– Roberto Amaral, primeiro vice-presidente e coordenador de Relações Internacionais do Partido Socialista Brasileiro (PSB);

– Coordenação: Cristina Soreanu Pecequilo, professora de Relações Internacionais da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)

Mesa 2: Cooperação internacional para o desenvolvimento

 – Vicente Carlos y Plá Trevas, secretário adjunto de Relações Internacionais e Federativas da Prefeitura de São Paulo/SP;

– Letícia Pinheiro, professora de Relações Internacionais da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC/RJ);

– Iara Leite, pesquisadora associada do Articulação SUL; 

– Coordenação: Milton Rondó Filho, coordenador-geral de Ações Internacionais de Combate à Fome do Ministério das Relações Exteriores.

Mesa 3: A Política Externa Brasileira e as novas coalizões internacionais 

– Graciela Rodriguez, coordenadora do Instituto EQUIT – Gênero, Economia e Cidadania Global, integrante da Rede Brasileira pela Integração dos Povos (REBRIP);

– Embaixador Guilherme de Aguiar Patriota, assessor especial da Assessoria Especial da Presidenta da República;

– Monica Hirst, professora titular de Relações Internacionais da Universidad Nacional de Quilmes, Argentina;

– Coordenação: Kjeld Jakobsen, consultor em Cooperação e Relações Internacionais.

Mesa 4: A Política Externa Brasileira e o Meio Ambiente 

– Francisco Gaetani, secretário executivo do Ministério do Meio Ambiente; 

– Iara Pietricovsky, atriz, antropóloga, membro do Colegiado do Instituto de Estudos Socioeconômicos (INESC);

– João Paulo Candia Veiga, professor de Relações Internacionais da Universidade de São Paulo (USP);

– Coordenação: Robson Fórmica, membro da coordenação do Movimento Nacional dos Atingidos por Barragens/MAB.

Mesa 5: A Política Externa Brasileira vista pelos Países Vizinhos 

– Aldo Ferrer, professor emérito da Universidade de Buenos Aires, ex-ministro da Economia, Argentina;

– Damián Osta, gerente geral do jornal La Diaria, Uruguai;

– Gustavo Codas, economista, ex-diretor geral paraguaio da Itaipu Binacional, Paraguai;

– Coordenação: Gonzalo Berrón, diretor de projetos da Fundação Friedrich Ebert (FES).

14h00-17h00: Mesas simultâneas 

Mesa 6: A Política Externa Brasileira, comércio internacional, investimentos e assimetrias 

– Giorgio Romano, professor, coordenador do Curso de Relações Internacionais da UFABC;

– Marcos Antonio Macedo Cintra, técnico em planejamento e pesquisa do IPEA;

– Nivaldo Santana, vice-presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB);

– Coordenação: Michelle Ratton, professora da Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (FVG).

Mesa 7: A Política Externa Brasileira e os Entes Federativos 

– Mónica Salomón, professora de Relações Internacionais do departamento de Economia e Relações Internacionais da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); 

– Paula Ravanelli, assessora especial da subchefia de Assuntos Federativos da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República; 

– Silvio Caccia Bava, diretor e editor-chefe do Le Monde Diplomatique/Brasil;

– Coordenação: Oswana Maria F. Fameli, secretária de Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Trabalho da Prefeitura de Santo André/SP.

Mesa 8: Política Externa Brasileira, Soberania e Direitos Humanos

– Camila Asano, representante da Conectas no Comitê Brasileiro de Direitos Humanos e Política Externa;

– Maria do Rosário, ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República; 

– Rossana Rocha Reis, professora do Departamento de Ciência Política e Instituto de Relações Internacionais/USP; 

– Coordenação: Carlos Ruiz, professor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB).

Mesa 9: A Política Externa Brasileira e as relações com a África

– Embaixador Paulo Cordeiro, subsecretário-geral Político III do Ministério das Relações Exteriores;

– Eli Alves Penha, professor de geografia política da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ);

– Gilberto Leal, membro da Coordenação Nacional de Entidades Negras (Conen); 

– Coordenação: Vera Rodrigues, antropóloga, professora adjunta no Instituto de Humanidades e Letras da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab).

 Mesa 10: A Política Externa Brasileira e a relação com a Sociedade Civil

– Deisy Ventura, professora de Direito Internacional do Instituto de Relações Internacionais da Universidade de São Paulo (USP);

– Fátima Mello, diretora da FASE-Solidariedade e Educação e coordenadora da REBRIP;

– Murilo Komniski, chefe da Assessoria Internacional da Secretaria Geral da Presidência da República;

– Coordenação: Rubens Diniz, diretor executivo do Instituto de Estudos Contemporâneos e Cooperação Internacional/IECint.

Mesa 11: A Política Externa Brasileira e o Oriente Médio

– Carlos Oliveira, chefe da divisão do Oriente Médio do Ministério das Relações Exteriores; 

– Emir Mourad, secretário geral da Federação Árabe Palestina do Brasil (FEPAL); 

– Salem Nasser, professor de Direito Internacional da Escola de Direito de São Paulo (FGV);

– Coordenação: Paulo Farah, diretor da Biblioteca e Centro de Pesquisa América do Sul-Países Árabes (Bibliaspa).

Mesas de Diálogo 18h00 – 20h00: 

Mesa 1: A Política Externa Brasileira: um diálogo com partidos do Foro de São Paulo

– Renato Rabelo, presidente do Partido Comunista do Brasil (PCdoB);

– Rui Falcão, presidente do Partido dos Trabalhadores (PT) representante do PSB representante do PDT;

– Coordenação: Gilberto Maringoni, professor adjunto de Relações Internacionais da Universidade Federal do ABC (UFABC).

Mesa 2: As redes sindicais e a política externa brasileira

 

– João Cayres, secretário Geral e de Relações Internacionais da Confederação Nacional dos Metalúrgicos/CNM;

– Fábio Lins, secretário de Relações Internacionais, Confederação Nacional dos Químicos /CNQ;

– Manoel Messias Melo, secretário de Relações Internacionais do Ministério do Trabalho;

– Coordenação: Jefferson José da Conceição, secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo da Prefeitura de São Bernardo do Campo/SP .

18 DE JULHO, QUINTA-FEIRA

09h00 Mesa de Diálogo 3: O futuro da Política Externa Brasileira: desafios e perspectivas 

– Artur Henrique, presidente do Instituto de Cooperação da CUT e diretor da Fundação Perseu Abramo;

– Jackson Schneider, vice-presidente executivo da Embraer S. A.;

– Senador Inácio Arruda, membro da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional do Senado Federal;

– Deputado Nelson Pellegrino, presidente da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados;

– Sebastião Velasco, professor titular de Ciência Política e de Relações Internacionais (UNICAMP);

– Vera Masagão Ribeiro, diretora executiva da Associação Brasileira de ONGs/ABONG;

– Coordenação: Luiz Dulci, diretor do Instituto Lula.

15h00 Palestra Brasil no mundo: mudanças e transformações 

– Luiz Inácio Lula da Silva, presidente de honra do Instituto Lula, ex-Presidente da República Federativa do Brasil;

– Coordenação: Klaus Capelle, Pró-Reitor de Pesquisa da UFABC.


Categorias: Brasil, Política e Política Externa, Post Especial


0 comments